Treinamentos: melhore o retorno do investimento com jogos prontos

Treinamundi – Jogue-se nesse mundo!

Todo mundo sabe que ainda vivemos em tempos de escassez. E é nesse momento que precisamos das pessoas cada vez mais engajadas e com produtividade a todo vapor. Afinal de contas, os times estão cada vez mais enxutos e o trabalho, claro, aumentou.

Um estudo realizado pela ABTD (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento) aponta que em 2016 o valor investido em treinamentos foi de R$ 624 por funcionário, um crescimento de 24% em relação a 2015. A notícia é ótima, mas ainda assim, estamos muito atrás do que a média norte-americana, que é de U$ 1.229 por colaborador.

Um dos principais motivos é que grande parte dos negócios, independente do tamanho, vive um dilema: como investir mais em T&D se é preciso cortar custos?

Sim, a aflição é coerente. Treinamentos customizados são uma ótima ferramenta, mas exigem um orçamento que nem todo mundo tem – precisa de consultores especializados, horas dedicadas. A outra opção, que seria o EAD (ensino a distância), nem se fala! O desenvolvimento é caríssimo e poucas vezes os resultados são efetivos.

É aí que entram os jogos prontos. Com eles, a empresa consegue gamificar seu treinamento com recursos superatrativos, que estimulam o aprendizado prático ligado à diversão, obtendo resultados muito acima do esperado quando comparados com os modelos tradicionais. E o melhor de tudo: a um custo bem menor! Vamos fazer uma conta simples?

Hoje para realizar uma atividade bacana personalizada, que pode ser um tabuleiro sobre código de ética, um jogo de cartas para simulação de feedbacks ou qualquer outro tema, a empresa gasta em torno de R$ 10 mil de consultoria para uma única turma. Já, com os jogos prontos, o investimento pode sair em média 1/3 desse valor!

E por que tão mais barato? Primeiro porque não há custo de desenvolvimento envolvido. Segundo, porque você investe na aquisição uma vez só e pode usar o jogo inúmeras vezes, para dezenas de turmas! E quem facilita é o próprio time de treinamento da sua empresa – se ela for pequena, aplica quem estiver disposto a assumir esse papel, desde um sócio, algum gerente ou um analista de RH.

Ok, aí vem a pergunta: Ah, mas eles são capacitados? Lógico que são! Isso porque não é preciso ser nenhum especialista para conduzir esse tipo de atividade.

Mas, claro, antes de sair comprando qualquer jogo é fundamental avaliar os materiais de apoio – se explicam como contextualizar o assunto, aplicar regras, como fazer a condução e o fechamento que conecta os aprendizados. Isso é o que garante o sucesso dos resultados!

Esta, sem dúvida, é a única saída para qualquer tipo de empresa fechar a equação da crise: preparar bem equipes, aumentar o ROI de treinamentos, otimizando o orçamento de RH.

Quer saber mais? Deixe seu comentário que a gente ajuda você!

2 Comentários

  1. Patricia

    Gostaria de receber informações a respeito de jogos que avaliam o foco no atendimento ao cliente (cordialidade, foco no cliente, atenção)

    Responder
    • Cris Gazana

      Olá Patricia! Vamos entrar em contato contigo, obrigada e um abraço!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This